TREND | A Era da Cosmètica eco-conscious

A natureza e seus ciclos como uma panacéia contra o ritmo frenético de um mundo hiperconectado?

Hà cerca de dez anos, o nosso rosto lidava com cremes anti-envelhecimento feitos de moléculas com nomes futuristas. Depois veio o surto de plantas descobertas em florestas primárias, que parecia, portanto, mais eficaz. E hoje, vemos a invasào - principalmente pelos grandes colossos da cosmètica mundial, e este que è a grande trend - de ervas que estào no nosso jardim. Calendula, jasmim, rosa ou malva: parece um kit que minha avò seria capaz de oferecer se ainda fosse viva.
Este regresso a casa é uma onda de nossas sociedades urbanas com sua grande poluição e que nasce originalmente no Norte da Europa e nos Estados Unidos. Neste contexto, esta indùstria da beleza que è preocupada substancialmente com menos rugas, que gosta de peles luminosas e jovens, quer mostrar que tambèm se sincroniza com os ritmos biológicos, as estações e o grande movimento mundial das ervas que auxiliam na desintoxicação do corpo, ou seja, que limpa a partir do interior. Este è o mood. 
Descubra mais em www.digitaldetox.it/
Descubra mais em www.digitaldetox.it/

A natureza e seus ciclos como uma panacéia contra o ritmo frenético de um mundo virtual? Pode ser, se observarmos inclusive as curas de desintoxicação digitais - digital detox - propostos por numerosos centros de bem-estar aqui na Itàlia e por todo o mundo, por exemplo.

 

Na cosmètica os sinais estào por toda a parte se vocè for à um grande GDO europeu, por exemplo, como o francès Monoprix, conhecido pela sua grande oferta de produtos mainstream e de nicho, como descobri esta semana. A gigante do setor, L'Oreal acabou de lançar a sua linha Botanicals, que me surpreendeu com sua Potion de Force utilizando...o Coriandre (coentro!). Mais um sinal desse retorno à nossa alma mater tambèm vi na Chanel que relançou a sua primeira receita de cosmético, desenvolvido pela costureira em 1927: o óleo de jasmim. A flor branca de Grasse combinada com a sensualidade de uma textura volátil cria uma verdadeira surpresa olfativa.

Outro exemplo, a gigante do setor americano Kiehl tambèm começou a usar a calêndula - uma espècie de arroz de festa na medicina herbal - como principal ingrediente de uma máscara de reparação para peles esgotadas. Não é realmente uma desconhecida pois jà era usada em sua tônica lançado em 1970. Só que no momento em que os valores utilizados eram muito menores e a colheita mais aproximada. Desde então, tudo tem se otimizado, explica Lionel de Benetti, engenheiro consultor cosmetologista da marca. Eles agora escolhem o melhor fornecedor, revisam a matèria prima de forma manual, para remover as pètalas danificadas que deterioram a qualidade do próprio extrato. Segundo ele todo este cuidado resultou em praticamente um novo ingrediente, que è anti-inflamatório como nenhum outro.

Por uma economia eco nos cosméticos

Provavelmente em resposta às suspeitas sobre os desreguladores/perturbadores endócrinos (ou
PE sào substàncias quìmicas de origem natural ou artificial estranhos ao organismo que podem interferir no funcionamento do sistema endòcrino e induzir a defeitos permanentes no organismo ou sobre seus descendentes, na tabela acima vemos os principais) a busca de produtos de desenvolvimento sustentável e ética afeta todas as idades, sendo o motor mais provàvel desta trend. De acordo com uma recente pesquisa da Nielsen, 51% dos babyboomers (50-75 anos) estão dispostos a pagar mais por um produto se sua produção é responsável e leva em conta o impacto sobre o planeta. Esse percentual sobe para 72% para a geração Z .

 

Isto resulta em um estudo sèrio para a embalagem, que geralmente vai conter apenas instruções simplificadas, feita de plástico e vidro parcialmente ou totalmente reciclado, com papelão FSC,e, claro, tintas naturais. Na formulação de produtos mais bàsicos tambèm è aplicada, no uso por exemplo de espuma de limpeza fácil de lavar, de modo a consumir menos água.

A L'Oreal iniciou com o uso maciço de extratos vegetais em substituiçào à milagrosa quimica futurista.
A L'Oreal iniciou com o uso maciço de extratos vegetais em substituiçào à milagrosa quimica futurista.

A pròpria linha Hydra Life da Dior, destinada a jovens, foi completamente redesenhada, e eles afirmam que atè os recipientes devem enviar sinais de respeito ao meio ambiente, pois esta geração de 15 a 30 anos é a primeira a ter contato com os efeitos da poluição e que preza um raciocínio responsável e ético.

 

Esta trend nos faz refletir sobre o impacto sobre o futuro de toda uma indùstria que ao menos aqui na Itàlia, è responsàvel por 60% dos produtos usados no mundo (500 empresas nas cidades de Milano, Bergamo e Crema) e, mais ainda para as marcas de luxo, que tem nos jovens seu target mais importante. Para elas, ter isso em conta é uma questão de sobrevivência. Mas para nòs, simples seres humanos, tambèm.

Write a comment

Comments: 0

STUDIO FAH MAIOLI - Milan & Antibes

MAIL | contact@fahmaioli.com

INSTA | fahmaioli

FACE | fahmaioli

LINKEDIN | fahmaioli

PINTEREST | fahmaioli