winelovers | Cantina Antinori

uma das famìlias vinìcolas mais antigas da Europa na cantina mais espetacular que vocè pode ter visto!

Antinori é a marca italiana de vinhos mais conhecida no mundo (seguido de Gaja e Biondi Santi), Sassicaia o vinho universalmente mais famoso e Montalcino, junto de Langhe tem a leadership dos territórios de excelência neste setor, segundo dados de Vinitaly e Winenews. E assim, quando fui comemorar meu aniversário nas colinas toscanas este ano, adivinhem qual vinícola escolhi para conhecer?

Nào existe a menor possibilidade de nào se divertir e se sentir feliz e em paz nas colinas da Toscana!

Ela mesma, a Cantina Antinori, (do famoso Tignanello e Solaia) uma catedral quase invisível: da estrada Florença-Siena, vemos apenas duas incisões finas na colina, bem no meio das paisagens típicas da Toscana. E’, sem dùvida, uma extraordinária obra de arquitetura, uma espécie de caverna para poucos onde o vinho é o centro do processo de produção e se pode visitar. Explorei em parte, uma vez que para todos os 37.000 m2, dos quais 23 mil são cobertos sob a superfície da colina, eu levaria pelo menos um par de dias!!!

A paisagem è impressionante: cada vez que você sai de uma sala ou outra vai ser surpreendido pela beleza das colinas que a rodeiam e as varandas com vista para a Val d’Elsa di Pesa são pequenas obras-primas que a natureza deixa mais lindas ainda na época de Outono. Estamos no Chianti Classico, e è aqui que està localizada a nova sede da histórica casa florentina, inaugurada depois de seis anos de intensas obras.

Um projeto fortemente desejado pelo Marquês Piero Antinori e suas filhas Albiera, Allegra e Alessia, que marca o fim de uma era: a das adegas históricas de San Casciano Val di Pesa construídas no século XIX pelos irmãos Lodovico e Piero Antinori (o último avô do Marquês Piero), que marcou o início da saga do vinho em uma família moderna. Com uma produção de 2,5 milhões de garrafas por ano, ela foi projetada pelo florentino Marco Casamonti, e é projetada para acomodar tanto a parte produtiva quanto os escritórios executivos e de marketing que até agora estavam em Palazzo Antinori no centro de Firenze.

Seu famoso vinho, o Tignanello, nasceu em 1970, e na etiqueta contou com o design gráfico de Silvio Coppola. A primeira safra foi em 1971 e era composta de Sangiovese e um pouco de Canaiolo tendo passado por uma maturação em barris de carvalho eslavo de 350 litros. Sua importància na enologia italiana foi a de que ele nasceu como um projeto, e não como o resultado de uma experiènca de um membro da família ou com origem na tradiçào familiar. Consideramos entào como o primeiro vinho moderno na Itália, e foi uma sensação mundial! Alguns anos mais tarde, foi a vez de Solaia com 80% Cabernet Sauvignon e 20% Sangiovese.

A vendemmia na Tenuta Tignanello acaba de terminar no vigneto di Solaia com o Cabernet Sauvignon!

A estrutura è aberta ao público, através de visitas guiadas com o valor de 25 euros por pessoa, onde pode-se admirar a estrutura particular, acompanhar o trabalho de produção e completar a visita com degustação. A adega também oferece um restaurante, loja, biblioteca, museu e um belo auditório com capacidade para 250 pessoas.

Com o custo de 100 milhões de Euros, è uma obra incrivelmente corajosa (dado o tempo de crise em que estamos) e que pode ser vista como mais um mausoléu dos vinhos da Itália, mas também como uma aposta no futuro e um ato de esperança concreta de futuro, e disto a família entende bem, jà que  se mantém neste ramo hà mais de 26 gerações sempre no setor vinícola.

Super recomendo a sua visita se vocè estiver pelos arredores. E' indimenticabile!!!

Write a comment

Comments: 0

STUDIO FAH MAIOLI - Milan & Antibes

MAIL | contact@fahmaioli.com

INSTA | fahmaioli

FACE | fahmaioli

LINKEDIN | fahmaioli

PINTEREST | fahmaioli