FUTURE | From I to WE ou o Terzo Paradiso

quando este interregno tiver terminado, terà inìcio o terzo paradiso, acredita Michelangelo Pistoletto.

"Il progetto del Terzo Paradiso consiste nel condurre l’artificio, cioè la scienza, la tecnologia, l’arte, la cultura e la politica a restituire vita alla Terra. Terzo Paradiso significa il passaggio ad un nuovo livello di civiltà planetaria, indispensabile per assicurare al genere umano la propria sopravvivenza. Il Terzo Paradiso è il nuovo mito che porta ognuno ad assumere una personale responsabilità in questo frangente epocale. Con il Nuovo Segno d’Infinito si disegnano tre cerchi: quello centrale rappresenta il grembo generativo del Terzo Paradiso.” (definiçào de Michelangelo Pistoletto)

Maestro e artista indiscutìvel a nìvel mundial, a sua arte vai alèm do visìvel e se tornou atravès dos tempos cada vez mais envolvida com as discussòes e sentimentos da realidade. Movimento que iniciou certamente com a obra Venere degli stracci (1967), incrivelmente dissacrante, onde ele inseriu um ìcone imortal da Arte Clàssica (a Vènus) de frente a um acùmulo de roupas usadas, que colhia e antecipava todas as discussòes sobre consumo que viriam depois. Sem contar seu envolvimento no movimento de Arte Povera, cuja importància para a arte mundial merecerà um outro post...

Depois da minha visita à Fondazione Prada, percebi que Michelangelo Pistoletto e Goshka Macuga tem mais em comum do que imaginam: ambos se apropriaram, em tempos similares, de um conceito importante na atualidade: o do fim das coisas, junto de um plano (ou alguma esperança) para o que virà depois. Macuga tentou entender a dinàmica deste fenòmeno aqui e Pistoletto ultimamente tem insistido em uma espècie de redençào nesta inexoràvel preparaçào para o fim das coisas, atravès de vàrios projetos.

 

Um deles, para quem me acompanha hà algum tempo, viu que ficou visìvel na sua mais recente obra arquetìpica em ocasiào da Expo 2015 (acima, à direita, no slide de fast is finished) e a outra vi semana passada aqui em Parma.

TERZO PARADISO = uma mensagem de respeito à natureza e espaços urbanos, através de um envolvimento criativo que coloca a arte no centro de uma transformação social responsável!

O Terceiro Paraíso desde 2005 è uma acção coletiva de grande obras, onde de tempos em tempos, em muitas cidades da Itália, Europa e no mundo, ela se concretiza em acontecimentos nos quais participam milhares de pessoas, crianças e adultos, para propor uma mensagem de respeito à natureza e espaços urbanos, através de um envolvimento criativo que coloca a arte no centro de transformação social responsável.

O Terceiro Paraíso usa o  símbolo acima que pretende espalhar no mundo uma mensagem de renascimento e de partilha, através da promoção de atividades artísticas voltadas para a obtenção de efeitos tangíveis com consequências sociais em lugares onde é produzido.

 E o que aconteceu em Parma, na Piazzale della Pace?

 

Em Parma, a intervenção foi no Piazzale della Pace, uma área no centro histórico que se transformou em área pública verde graças a um projeto pelo arquiteto Mario Botta em 1998. Nos últimos tempos, porém, Piazzale della Pace tornou-se o cenário de violência, especialmente nas ruas circundantes que rodeiam esta praça, principalmente porquè è um local de agrupamento de extracomunitàrios, geralmente vindos das àreas de conflito atual (Lìbia e Sìria, por exemplo).

 

Na percepção dos seus habitantes, Piazzale della Pace é uma área sensível que está passando por um processo gradual de negligência e abandono por esta razào e assim, a realização desta performance de Pistoletto tem a intenção de iniciar um processo de renovação e regeneração urbana a partir de uma reflexão sobre o tema da agricultura e verde urbano na cidade, com a  estruturação de hortas urbanas, jardins compartilhados e espaços verdes úteis para a comunidade.

 

O projeto torna-se uma oportunidade para falar de sustentabilidade, ecologia, permacultura, novos modelos sociais e económicos, de transição e tudo o que você pode colocar em prática para enfrentar os desafios do atual sistema de existência.


Esta grande obra de arte a cèu aberto è curada por arquitetos, associações e artesãos da cidade de Parma através de um processo participativo que inclui a participação dos cidadãos e das escolas, tanto na concepção e na construção, estimulando e promovendo o reutilização, a reciclagem, a auto-construção e sustentabilidade.

 

Vamos espalhar esta idèia maravilhosa para todo o Mundo???

Write a comment

Comments: 0

STUDIO FAH MAIOLI - Milan & Antibes

MAIL | contact@fahmaioli.com

INSTA | fahmaioli

FACE | fahmaioli

LINKEDIN | fahmaioli

PINTEREST | fahmaioli