A origem do Ovo de Pàscoa!

Ele e tantas outras delìcias de chocolate tem a sua paternidade nos cicolaté torineses, sabiam?

Terço produto mais comercializado no mundo depois de açùcar e cafè, o chocolate è uma història de esplendor e misèrias, de delìcias e de proibiçòes, de sacro e profano, e hà sèculos desempenha um papel fundamental na economia italiana, precisamente na regiào do Piemonte, na cidade de Torino. Foi aqui que nasceu o procedimento industrial da produçào de chocolate, e a tradiçào dos maestros cioccolatieri palavra que tem origem no dialeto piemontès cicolaté (produtor de chocolate).

Um de seus sub-produtos mais vendidos na època de Pàscoa, o ovo de chocolate, como conhecemos hoje, tem a sua paternidade reinvindicada pelos cicolaté torineses que o criaram no final do Ottocento. Uma das tantas maravilhas, como os gianduiotti, que deram o primato mundial na arte de trabalhar o cacau à cidade. E aqui a empresa Sartorio, que nos anos 20 patenteou um sistema para realizar os ovos para serem recheados com surpresas, foi fundamental para a difusào deste hàbito pasqualino. Sua evoluçào è o Kinder Sorpresa, em 1974 atravès da Ferrero.

Colombo foi o primeiro europeu a degustar o chocolate em Guanaja, em 1502, e trouxe algumas sementes ao rei Ferdinando de Espanha. Mas o valor desta descoberta sò foi reconhecido por Hernán Cortés quando em 1528, dono de uma gigante plantaçào de cacau, começou a estudar suas sementes e formas de uso para o gosto ocidental. Em 1615 Anna da Austria, mulher de Luìs XIII obriga seu sèquito a beber chocolate e se torna uma moda que vai chegar atè Maria Teresa, mulher de Luìs XIV, que determina que o rei deveria beber uma taça de chocolate no cafè da manhà e nos seus recebimentos oficiais. Sua popularidade foi incrìvel e atè o final do sèculo mais de 20 receitas diversas existiam sobre como preparar o chocolate!

 

Jà a història italiana do chocolate inicia entre o Cinquecento e o Seicento com a sua importaçào para a Itàlia, ao Piemonte, atravès de Caterina, filha de Filippo II de Espanha, que casou-se em 1585 com Carlo Emanuele I, duca de Savoia. Ele começa assim a sua difusào em todo o setor meridional e nào vai existir casa aristocràtica ou burguesa na qual ele nào seja servido como bebida especial. As ordens monàsticas espanholas foram responsàveis por adicionar baunilha e açucar - espècies à època tào exòticos como ele e entào atè as suas propriedades começaram a ser exaltadas, chegando ao sucesso com Giacomo Casanova, que o proclamou sua“colazione preferita”, jà que o energizava intensamente para as suas tour de force amorosas!

meu prazer #foodlover: Um bom chocolate quente com bignè (em italiano bignola), ou doces recheados de pasticceria, aqui em torino...hummm, que delìcia!!! 

Indico a vocès très cioccolatieri que amo visitar quando estou em Torino: as mais històricas e mais deliciosas!

Baratti e Milano

Um dos mais antigos, nasceu em 1858 e localizado em um local belìssimo: em Piazza Castello na bellissima Galleria Subalpina, eles eram os fornecedores da famìlia real Savoia. Um local elegante e refinado, onde vocè pode tomar um dos melhores chocolates quentes da cidade com abundante panna fresca junto de gianduiotti (è sua a forma de lingotto acima) ou cremini.

Cioccolateria Peyrano

Nascida em 1915 e è uma das mais famosas da Itàlia. E' um paraìso para os chocòlatras e oferece cremini, gianduoiotti, lingue di gatto, diablottini e outros prazeres para o palato. Ela adquiriu a Pfatisch em 1963, teve alguns problemas familiares, quase faliu em 2010, mas hoje continua forte.

Pfatisch

Nascida no mesmo ano da Peyrano, pelas màos de Gustavo Pfatisch, a Pasticceria e Cioccolaria è inclusive um local històrico da Itàlia e oferece cioccolatini, pasticcini, a famosa conchiglia, avola com creme de mandorle, a  lìngua di gatto, a chioccioletta recheada com nocciole, mandorle, leite e torrone, o grappino e marrone em um ambiente de època com mòveis antigos e làmpadas Art Nouveau. Nào deixe de levar para casa um dos cremes abaixo para lembrar dela quando quiser. Um luxo guloso!

Write a comment

Comments: 0

STUDIO FAH MAIOLI - Milan & Antibes

MAIL | contact@fahmaioli.com

INSTA | fahmaioli

FACE | fahmaioli

LINKEDIN | fahmaioli

PINTEREST | fahmaioli