trend | Futuro 'branding home sweet home' 

Quando falamos de tendências no design, nào importam apenas cores, formas e materiais: a forma como ele è conduzido pelas indústrias tambèm evolui e então è relevante tratarmos disto quando falamos sobre os caminhos futuros do mobiliário.

Assim, na observação do mercado italiano que fazemos diariamente, seja nas nossas visitas ou nos nossos atendimentos ao setor, uma coisa è certa: a lógica do mercado impõe a superação da tradição. Qual seria esta?

 

Bem, o setor traz no seu DNA uma estrutura industrial fortemente centralizada sobre a especialização, ou seja, falamos de fábrica de estofados, fábrica de cozinhas, de sistemas de escritório e por aí vai. E a mesma divisão acontece quando visitamos as feiras internacionais do setor, com o Salone del Mobile per primis.

Desta forma a tarefa de montar a oferta para o cliente final, em base à sua exigência de produtos, estilos e preços sempre foi direcionada para o distribuidor (quando nào estamos falando de lojas monomarcas) que à sua vez deve gerenciar um portfòlio gigante de itens. Porém, hoje, resultado da crise e deste novo consumidor, nesta indústria a pedaços, estamos verificando a eliminação destas barreiras. Culpa tambèm do mercado de contract internacional, que requer fornecedores em grau de mobiliar uma casa completa. Cúmplice tambèm a crescente constatação de que a marca, sobre a qual as empresas colocaram milhares de dòlares de investimento, nào se pode limitar a ser aplicada sobre uma pequena categoria merceològica de produtos do mundo casa. Cúmplice, enfim, do ingresso no setor casa da parte das marcas de moda que desde o início propuseram um mobiliário global onde nào são apenas os designers e os produtos no centro das luzes mas sim, a ambientação de diversos objetos e marcas que estes trazem.

Para o futuro do setor no Design serà preciso estudar os modelos vencedores da moda, ou seja, o branding, a reputação de marca que hà um rebound muito positivo sobretudo nos mercados consumidores ainda em expansão como fizeram marcas como Armani, Versace, Ralph Lauren que estenderam suas marcas à perfumaria, à cosmética, atè as coleções de casa, transformando em um verdadeiro e próprio lifestyle. Recentemente vimos no blog o case de Kartell Fragrances (perfumes) e temos tambèm Kartell a la mode (sapatos), por exemplo. Mas aqui, o recado è claro: uma marca forte com um conteúdo distintivo pode fazer brand extension. As demais, devem preparar-se e, para isso, o mix de conteúdo e transparência são a lição de casa básica.

Hoje então o objetivo para poder continuar no mercado, e a grande tendência que vemos nas players Made in Italy, por paradoxal que pareça, è o “saber fazer tudo”. Na própria casa, entendida como território ou parque industrial, melhor ainda. Com diferentes graus de intensidade e expertise e portfòlio segundo as dimensões da empresa, obviamente. A mudança de approach è evidente, e os sinais dela estiveram muito fortes nas empresas participantes das seis últimas grandes feiras européias de Design e Casa que estivemos pesquisando, analisando e mostrando no Projeto Conteúdo.

A estrada, ao menos aqui na indústria moveleira italiana, se abre para um panorama de um modelo que chamamos de brand-cèntrico que acelera um crescimento inclusive dimensional das empresas, o que vai decidir uma seleção do número de marcas no mercado. Uma espécie de seleção natural que vai sobretudo elevar a qualidade dos produtos que è oferecida ao consumidor e aumentar a sua fidelizaçào. Talvez aconteça uma menor variedade de oferta, mas na compensação positiva veremos surgir a maior valorização do que è “feito em casa”, ao contrário do que è feito no exterior por màos que desconhecemos.

 

Serà um momento de uma mudança incrível, com resultados sociais e econômicos, de que o Brasil pelo menos, detentor de uma imensa criatividade, de indústrias moveleiras de vanguarda e de màos tào habilidosas, poderá certamente se privilegiar.

Write a comment

Comments: 0

STUDIO FAH MAIOLI - Milan & Antibes

MAIL | contact@fahmaioli.com

INSTA | fahmaioli

FACE | fahmaioli

LINKEDIN | fahmaioli

PINTEREST | fahmaioli